Ode 1.11 (Carmina 1.11)
@ Bar Ornitorrinco, Brasil
Filmagem
DePerto Produções, por Jackson Stica

Carmina 1.11

Tu, ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
temptaris numeros. Vt melius, quidquid erit, pati,
seu pluris hiemes seu tribuit Juppiter ultimam,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
Tyrrhenum: sapias, uina liques, et spatio breui
spem longam reseces. Dum loquimur, fugerit inuida
aetas: carpe diem, quam minimum credula postero.

Ode 1.11

Tu nem vás perguntar (ímpio saber) sobre o que a mim e a ti
que fim deuses darão, Leuconoé, nem babilônios
astros ouses tentar. Antes viver o que vier, sem mais,
quer invernos sem fim ou só mais um ceda-nos Júpiter,
que hoje a se debater rasga o rochaz leito em Tirreno mar.
Saibas saborear, coa este vinho, anda!, e num curto chão
poda a espera maior. Nesta conversa ínvido o tempo já
foge: colhe este dia ai! sem pensar nunca nos amanhãs.

Tradução para português Guilherme Gontijo Flores

Pecora Loca

Pecora Loca é um grupo de tradução e performance poéticas sediado em Curitiba, inspirado por grupos como o coletivo francês Démodocos (coordenado por Philippe Brunet) e o brasileiro Giz en Scène, da Unesp de Araraquara. O repertório consiste de recitação, tradução, musicalização e performance dos poemas greco-romanos e de canções do período moderno em outras línguas. ​ Coordenado por Rodrigo Tadeu Gonçalves e Guilherme Gontijo Flores, é formado também por Guilherme Bernardes, Luana Prunelle, Leonardo Fischer, Marcelo Bourscheid, Raphael Pappa Lautenschlager e Sergio Maciel.
http://www.pecoraloca.com

Horácio

Quinto Horácio Flaco nasceu a 8 de dezembro de 65 a.C., em Venúsia, no sul da Itália. Foi um dos maiores poetas latinos e notabilizou-se, principalmente, pela poesia lírica. Em 38 a.C., Horácio, que já tinha estabelecido contato com alguns poetas e escritores da época, foi admitido no círculo de Mecenas, homem de letras e grande financiador das artes. Horácio passou a ter uma vida tranquila, livre do trabalho e dedicada ao otium e à poesia. Entre 34 e 31 a.C., Mecenas presenteou Horácio com uma villa numa propriedade rural, que se lhe tornou uma espécie de refúgio. Embora não tivesse origem nobre, recebeu o título de eques Romanus. Morreu a 27 de novembro de 8 a.C. e foi enterrado no monte Esquilino.

#000