Principiamos em 2017, a meio de uma jam. Uma boca, outras bocas com poemas em mãos e o coração na voz. O contágio deu-se aqui, ali, acolá, com uma programação-criação-ação transdisciplinar em lugares e não lugares da cidade, acolhendo a participação de escritores e artistas nacionais e internacionais, jovens e reconhecidos, trabalhando em colaboração com parceiros de vontade férrea. As bocas juntavam-se e Mindelo exibia a sua inspiração oceânica para a beleza.

De repente, que é como o recém-nascido passa a suster o corpo em direção ao sol, criamos momentos poéticos e compartilhamos diferentes poéticas. A palavra é de todos e para todos. Por isso fundamos a Associação txon-poesia. Para viver como vive um poema. Somos associação artística e cultural sem fins lucrativos que visa:

a) Desenvolver atividades no âmbito da criação artística, tendo como eixo essencial a palavra poética e a sua potencialidade para ser experimentada em articulação com outras áreas artísticas, do ponto de vista transdisciplinar;

b) Promover a leitura, a escuta e a escrita;

c) Possibilitar a partilha intercultural, privilegiando as culturas e línguas do espaço lusófono;

d) Suscitar a participação da comunidade nas atividades realizadas, sem qualquer tipo de discriminação, facilitando o encontro dos autores com o público;

e) Programar atividades, entre as quais as regulares: txon-poesia, encontro internacional de poesia e poética em Mindelo; concurso para autores não publicados Poetas para o Ano Novo; Spoken Word Mindelo;

f) Promover formação na área da poesia e interartes;

g) Recolher, arquivar e produzir investigação referente à poesia cabo-verdiana;

h) Editar fanzines e obras de autores;

i) Gerir o Núcleo de Teatro-Fórum;

j) Fortalecer a rede de autores, leitores, artistas, livreiros, editores e pessoas do público.

Acompanhe o que fazemos no YouTube e Instagram. Subscreva a E-Newsletter e receba atualizações da programação e conteúdos poéticos exclusivos.